Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

O Brasil Rural Contemporâneo abre as portas ao público nesta quarta-feira

Evento tem como tema o Brasil Rural Contemporâneo

Evento tem como tema o Brasil Rural Contemporâneo

Depósitos e câmaras frias cheios de produtos, estandes armados e expositores de todas as regiões brasileiras circulando pela Marina da Glória, no Rio de Janeiro. Esse é o cenário que antecede da V Feira da Agricultura Familiar e Reforma Agrária, que será aberta ao público nesta quarta-feira (26), às 13h.  

Este ano, o evento tem como tema o Brasil Rural Contemporâneo, cuja riqueza gastronômica, agrícola, cultural e artística será mostrada até o próximo dia 30 por 550 expositores de todos os estados do País.

 

Uma das representantes deste Brasil rural composto por 4,1 milhões de estabelecimentos familiares e pela produção de 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros é Sueli Paes Magno, artesã da Ilha de Marajó, no Pará. Sueli integra a Associação de Mulheres do Marajó, que faz parte do Projeto Talentos do Brasil. Ela vai expor no Rio de Janeiro brincos, colares, bolsas e chapéus usando a fibra do tururi (espécie de proteção dos frutos da palmeira do buçu).

 

Após vencer sete horas de barco até Belém e viajar outras três horas de avião para chegar ao Rio de Janeiro, Sueli busca agora outra superação: repassar, com os seus produtos, a consciência de que o bioma amazônica pode garantir renda e sustentabilidade para os povos da floresta sendo preservado. “Tive notícias dos nossos produtos na Alemanha e na Itália. Posso dizer que o que causa atração nos clientes de fora do Brasil é a singularidade criativa do que fabricamos”.

 

No final da tarde desta terça-feira (25), a expositora fluminense Shyrley Jardim, moradora de São Francisco de Itabapoana (norte do Rio de Janeiro), visitou o estande onde irá expor nos próximos cinco dias, juntamente com outras artesãs, os descansos de panela, abajures, bolsas e tapetes feitos com a palha da taboa. “Esperamos receber muita gente no nosso estande. O fato de a Feira ser realizada pela primeira vez no Rio está atraindo a curiosidade de muitas pessoas”.

 

A Feira contará com estandes individuais e coletivos, distribuídos em cinco ambientes que reproduzem estilos e características das regiões Centro-Oeste, Norte, Nordeste, Sudeste e Sul. O espaço também contará com cinco ilhas temáticas formadas por estandes coletivos que vão reunir de oito a 20 expositores. As ilhas são compostas pelas praças dos Orgânicos, da Biodiversidade, do Artesanato, da Cachaça e do Biodiesel.

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: