Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Canola, produto essencialmente transgênico

Plantação da transgênica canola

Plantação da transgênica canola

A canola, ou “colza” em francês, também chamada “rapeseed” na Europa, foi deselvolvida em um dos programas de melhoramento genético do governo canadense nos anos 60, como alternativa para a produção de óleo vegetal.

Há duas ‘subespécies’ de canola, a argentina e a polonesa, também modificadas por melhoramento para seus ambientes de plantio.

No Canadá, a canola foi uma das primeiras culturas geneticamente modificadas (em 1998), basicamente para resistir a herbicidas (Roundup, Liberty Link e Clearfield), e aumentar a produção.

Por conta da facilidade de reprodução, com milhares de sementes produzidas por planta de canola, seu controle é muito difícil. Soma-se a isso o fato de ser resistente a herbicidas, o resultado foi que a maior parte da canola canadense hoje é transgênica. Além disso, a canola transgênica se tornou, ela mesma, uma “erva daninha” para produtores de outras culturas, pois se reproduz rapidamente e resiste a herbicidas.

Clique aqui e veja, em inglês, uma publicação do Greenpeace sobre Canola.

Fonte: Outra Agricultura.

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: