Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Projeto beneficia famílias com horta agroecológica

Produtores selecionados recebem um kit

Produtores selecionados recebem um kit

A Embrapa Rondônia participa essa semana da seleção de famílias que farão parte do projeto “Produção Agroecológica Integrada Sustentável” (PAIS) na localidade de Nova Califórnia, a 350 quilômetros do centro de Porto Velho, capital de Rondônia.

Os produtores selecionados recebem um kit com materiais para a construção de um galinheiro, de uma horta agroeocológica e de um sistema de irrigação inteligente, uma tecnologia inovadora implantada em outras regiões do País.

O projeto PAIS é uma tecnologia social financiada pela Fundação Banco do Brasil com apoio do SEBRAE e do Ministério da Integração Nacional. Em Porto Velho, onde 100 famílias serão beneficiadas, participam do projeto a Prefeitura Municipal e a Embrapa Rondônia.

O modelo inovador foi idealizado em 1999 pelo engenheiro agrônomo senegalês radicado no Brasil Aly N’Diaye, que na época vivia com cerca de trinta famílias de agricultores no interior do Estado do Rio de Janeiro. A filosofia principal é o reaproveitamento dos recursos existentes na propriedade para um cultivo sem o uso de agrotóxicos ou insumos químicos e com economia de água na irrigação.

Para isso, o projeto PAIS fornece um kit com materiais e informações técnicas para a construção da horta. Três canteiros são dispostos em círculo ao redor de um galinheiro com capacidade para 11 aves. Uma quarta camada circular, chamada de quintal agroecológico, é destinada à produção de frutas, grãos e outras culturas. O sistema de irrigação por gotejamento é feito com mangueiras, bomba e caixa d’água, que também fazem parte do kit.

Embrapa realiza pesquisa participativa

O pesquisador da Embrapa Rondônia José Orestes Merola, que acompanha a equipe na visita às famílias de Nova Califórnia, onde serão instalados os kits, desenvolve um trabalho de pesquisa participativa para a produção de insumos alternativos. Os agricultores ajudam a identificar materiais orgânicos disponíveis na propriedade, como palha ou esterco. A Embrapa Rondônia auxilia na transformação dos materiais brutos em insumos, que são testados e avaliados na prática. Análises de laboratório complementam a pesquisa para o desenvolvimento de tecnologias produtivas e baratas.

Os agricultores visitados essa semana também fazem parte de outro projeto sustentável, o Reflorestamento Econômico Consorciado e Adensado (Reca). Há mais de vinte anos as famílias trabalham com culturas como o cupuaçu, a castanheira, a pupunheira e o mogno. A extração do produto segue os padrões locais e tradicionais da região e a comercialização é feita de forma coletiva.

Fonte: Embrapa Rondônia.

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: