Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Curitiba ganha primeiro mercado permanente de orgânicos do país

Agricultores estão animados com novos espaços de comercialização

Agricultores estão animados com novos espaços de comercialização

A cidade de Curitiba ganha, na próxima quinta-feira (12), o primeiro Mercado Permanente de Produtos Orgânicos do País, uma parceria do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Prefeitura Municipal de Curitiba. O ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, e o secretário de Agricultura Familiar do MDA, Adoniram Peraci, participam da inauguração da obra, às 10h30. O recurso investido no mercado totalizou aproximadamente R$ 2,5 bilhões, dos quais R$ 1,9 bilhão é recurso do Ministério.

Integrado ao Mercado Municipal, principal referência em produtos alimentícios de Curitiba, o Mercado de Orgânicos é o primeiro espaço público no Brasil construído especialmente para comercialização de produtos orgânicos. São 22 espaços de comercialização com restaurante, mercearias, açougue, lanchonetes, lojas de artesanato, cosméticos, confecção e 12 bancas de hortifrutigranjeiros, sendo que quatro serão utilizadas pela Cooperativa de Comercialização da Agricultura Familiar Integrada (Coopafi).

Para o ministro Cassel, “a produção e o consumo de produtos orgânicos ganham importância no mercado brasileiro e mundial. A inauguração do mercado em Curitiba mostra que o estado do Paraná está no caminho certo, oferecendo produtos de boa qualidade aos consumidores e defendendo a preservação ambiental”.

Orgânicos no ParanáSegundo dados da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (SEAB), em 2007, eram aproximadamente cinco mil produtores de orgânicos no estado, responsáveis por 94 mil toneladas de produtos, e a área cultivada correspondia a 14 mil hectares no estado. A maioria dos estabelecimentos que cultiva orgânicos é formada por agricultores familiares.

 

A produção de orgânicos no Paraná é forte nos cinturões metropolitanos, nos quais destaca-se a produção de hortifrutigranjeiros, além de soja, café, frutas, cachaça, açúcar mascavo e erva-mate.

Apoio à produção orgânica

O MDA tem desenvolvido ações de fomento à produção e consumo de produtos orgânicos e oriundos de sistemas produtivos de base ecológica nos últimos seis anos. Neste período, o investimento foi de U$ 100 milhões. As principais medidas são: participação efetiva na construção do marco legal brasileiro, por meio do apoio aos segmentos da agricultura familiar; capacitação de mais de 100 mil técnicos e agricultores; pesquisa e desenvolvimento tecnológico; crédito produtivo e melhoria da infraestrutura de produção e comercialização; Programa de Aquisição de Alimentos (PAA); apoio à certificação de 250 grupos de agricultores familiares e apoio na participação de feiras de negócio nacionais e internacionais, como a BioFach.

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: