Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Biofach/2009: negócios da agricultura familiar podem atingir US$ 8,9 milhões

Biofach/2009 foi realizada em Nuremberg, Alemanha.

Biofach/2009 foi realizada em Nuremberg, Alemanha.

Expectativas de atingir US$ 8,9 milhões em negócios. Este é o resultado que os agricultores familiares de dez cooperativas brasileiras trazem na bagagem ao retornar da Biofach, maior feira de negócios do setor orgânico internacional. O evento ocorreu entre 19 e 22 de fevereiro em Nuremberg, na Alemanha.

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) apoiou a participação destes agricultores na feira. Durante quatros dias, foram fechados negócios da ordem de US$ 1,2 milhão. Os outros US$ 7,7 milhões são resultado de negociações abertas entre empresários e agricultores durante a feira e que poderão gerar comercializações futuras.

Países como Alemanha, Japão, Estados Unidos, França, Grécia, Inglaterra, Triângulo das Bermudas, Noruega, México, entre outros, visitaram o estande do MDA e conheceram os empreendimentos da agricultura familiar. Ao todo, o local recebeu visitas de representantes de mais de 21 países e 104 empresas ou instituições envolvidas com o comércio de produtos orgânicos.

Seis das dez cooperativas brasileiras fizeram sua estréia na feira: Cooperativa Agrícola Resistência de Cametá (CART); Cooperativa Agropecuária do Litoral Norte (COOPEALNOR); Cooperativa Agropecuária de Produção e Comercialização Vida Natural (COOPERNATURAL); Cachaçaria Weber Haus; Cooperativa de Produtos Orgânicos da Amazônia (COOPOAM); e Central de Cooperativas Apícolas do Semiarido brasileiro (Casa Apis).

Sucesso brasileiro

Segundo o diretor de Geração de Renda e Agregação de Valor da Secretaria de Agricultura Familiar do MDA (SAF), Arnoldo de Campos, o estande do MDA, com 61 metros quadrados, despertou a atenção pela diferenciação e diversidade. “Para a maioria dos países, os produtos brasileiros são uma novidade, apresentam sabores diferentes e de grande potencial”, afirma.

Produtos como cacau; castanha; mel; café; frutos do cerrado, da caatinga e da amazônia; óleos de buriti, pequi, macaúba, entre outros, tiveram uma boa aceitação entre os visitantes da Biofach 2009.

Campos afirmou, com base na avaliação das lideranças do setor de orgânicos presentes na feira, que a crise financeira pouco afetou o mercado mundial desse segmento produtivo. “Nas apresentações, eram unânimes as afirmações de que a produção orgânica é parte da solução para a crise financeira e ambiental que o mundo está envolvido. Por causa disso, a animação com as perspectivas de negócios é grande”, relatou.

Oficina

O Brasil apresentou na Biofach 2009 uma oficina sobre o mercado de orgânicos do País. Mais uma vez, a agricultura familiar foi destaque, com a apresentação da iniciativa Caatinga Cerrado, que é um projeto conjunto do governo brasileiro (por intermédio do MDA e outros ministérios) com o governo alemão e organizações da agricultura familiar dos biomas Caatinga e Cerrado.

Na apresentação, foi mostrada a diversidade de produtos dos dois biomas, os seus potenciais e qualidades, assim como a diversidade de povos, comunidades tradicionais e agricultores familiares que, juntos, caracterizam a riquíssima e pouco conhecida sociobiodiversidade dessa parte do Brasil.

A oficina foi organizada pelo Planeta Orgânico, entidade que organiza a Biofach América Latina, que ocorrerá em outubro deste ano em São Paulo. Esse evento também contará com grande participação do MDA e dos empreendimentos da Agricultura Familiar.

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: