Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Agricultura orgânica preserva ambiente e promove biodiversidade

propriedade de Roque Domingos Rossi, município de Gramado, cultivo de chás junto à mata.

propriedade de Roque Domingos Rossi, município de Gramado, cultivo de chás junto à mata.

O Dia da Biodiversidade, definido pela ONU como 22 de maio, é o destaque neste sábado, dia 23, na Feira dos Agricultores Ecologistas, FAE. O respeito pela diversidade da vida está exposto em cada banca, tanto nos produtos como nos cartazes amarelos que mostram exemplos práticos de como a agricultura limpa promove a biodiversidade e a manutenção dos ecossistemas.
 
Para o produtor Pedro José Lovatto “a maior ameaça à biodiversidade são as espécies invasoras, que ocupam o nicho ecológico das nativas”. Como presidente da Associação Agroecológica e integrante da comissão de feirantes, ele alerta aos colegas sobre a importância de fazer o controle das espécies exóticas como ligustro japônico, uva do Japão, madressilva, pínus, eucalipto e amora preta, entre outras.
 
A preservação das matas também é comum entre os feirantes. “Mais de 90 por cento de nossa propriedade é de mata nativa” comenta Roque Domingos Rossi, produtor de ervas e chás medicinais no interior de Gramado. A riqueza do local e o respeito à natureza podem ser vistos ao vivo, pois Roque e sua família recebem pequenos grupos interessados em conhecer de perto o trabalho com manejo orgânico.
 
Ao promover o fortalecimento do solo e das plantas por meio de práticas naturais, a agricultura orgânica protege o meio ambiente e a biodiversidade. Além da manutenção dos ambientes naturais, que são fundamentais para a preservação da vida, há uma variedade muito maior de cultivos, herança da agricultura tradicional desenvolvida pelos imigrantes nas pequenas propriedades.
 
Banca da Biodiversidade
 
As mais de 40 bancas que formam a FAE apresentam, cada  uma, grande diversidade de produtos. Para marcar o Dia da Biodiversidade, uma banca especial localizada na metade da primeira quadra da rua José Bonifácio reúne alguns produtos disponibilizados pelos feirantes.
 
A riqueza da vida aparece nos feijões, pipocas e milhos coloridos que encantam os olhos e resultam do trabalho de Vilmar Menegat para resgatar as sementes crioulas. “Entre feijões, abóboras, lentilha, pimentas, milhos, conseguimos reunir e criar um banco com no mínimo 65 sementes crioulas”, comenta o integrante da Associação dos Produtores Ecologistas da Linha Pereira Lima do município de Ipê. Na comemoração do Solstício de Inverno, 20 de junho, Vilmar estará na feira para oferecer sementes e grãos.
 
Frutas que curam
 
“O limão, mesmo sendo ácido, possui como propriedade alcalinizar o sangue” afirma a nutricionista Herta Karp Wiener. Como é o Dia da Biodiversidade, a partir das 8h30min, ela distribui duas espécies da fruta: limão-tahiti e limão-cravo.
 
Maiores informações sobre as propriedades do limão podem ser obtidas na Banca do Meio, ao lado do Caldo-de-cana, das 8:30h ao meio-dia.
 
Presença do Greenpeace
 
Marcando o Dia da Biodiversidade, o Greenpeace vem à feira para apresentar algumas ações que promovem a preservação da vida. Entre os materiais distribuídos está o Guia do Consumidor, com a lista de produtos que podem conter transgênicos; O rastro da Pecuária na Amazônia, Mato Grosso: o Estado da Destruição; À deriva: um panorama dos Mares Brasileiros e um caça – palavras com temas ambientais.
 
No mesmo dia, a ONG  coleta assinaturas para a Petição com três propostas dirigidas ao presidente Lula, para que o Brasil assuma a liderança nas negociações da 15º Conferência das Partes da ONU, a ocorrer em Compenhagen, na Dinamarca. O Greepeace está localizada ao lado da Banca do Arroz.
 
Próximos eventos
 
No dia 30 de maio, a FAE recebe o autor Denis Beauchamp que, com exclusividade, lança a obra A casa limpa da faxineira ecológica, contendo práticas e receitas de produtos de limpeza que não agridem o meio ambiente e a biodiversidade.
 
Em 06 de junho, a feira comemora o Dia do Meio Ambiente.
 
A celebração do início da nova estação, Solstício de Inverno, será no dia 20 de junho.
 
A Feira dos Agricultores Ecologistas acontece todos os sábados, das 7 às 13h, na primeira quadra da rua José Bonifácio.
 
Texto da jornalista Cláudia Dreier.

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: