Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Artigo: Transgênicos Bt – o caminho para a catástrofe

Calcula-se que, por causa do plantio dos transgênicos Bt, 50% a 90% das abelhas que se alimentam do pólen de sua florada, tenham desaparecido nos EUA, só no ano passado.

Calcula-se que, por causa do plantio dos transgênicos Bt, 50% a 90% das abelhas que se alimentam do pólen de sua florada, tenham desaparecido nos EUA, só no ano passado.

Por Nagib Nassar*

“Estamos destruindo o nosso meio ambiente e ecossistemas, e andando cegos a uma catástrofe que não tem fim, ao ceder à pressão das multinacionais produtoras de transgênicos Bt”

Qual é o preço para se plantar transgenicos Bt nos Estados Unidos? Esta é a questão mais debatida agora pela imprensa livre e independente americana.

O Christian Science Monitor, jornal importante naquele país, publicou na semana passada um artigo alertando quanto aos danos causados pelo plantio dos transgenicos Bt.

Calcula-se que, por causa do plantio dos transgênicos Bt, 50% a 90% das abelhas que se alimentam do pólen de sua florada, tenham desaparecido nos EUA, só no ano passado.

Como conseqüência deste fato, houve a perda de mais de dois terços da produção nacional americana de mel. Trata-se de uma quantia avaliada por nada menos de 14 bilhões dólares anualmente!

As abelhas estão acabando, desaparecendo! Estamos com as colméias vazias! Reclamam os agricultores americanos em todos os estados agrícolas do país; são 24 estados onde se concentram atividades agrícolas e se plantam as culturas transgênicas Bt.

A inserção desta toxina, por meios moleculares às culturas americanas, aumentou nos últimos anos e incluiu várias culturas horticulturais e de campo, estendendo a culturas como as do algodão, até mesmo à da mostarda.

Uma grande parte dessas culturas são plantas alogamas, que dependem da polinização por insetos para formar seus frutos.

Os insetos polinizadores mais ativos são as abelhas. Há ainda outros insetos que pertencem a outras famílias, mas todos estão unidos pelo perigo de serem contaminados pela toxina Bt, durante suas visitas às flores de plantas Bt.

Quando as colméias começaram a ficar desabitadaa, foram notadas pelos agricultores americanos, que perceberam algo perigoso pairando no ar. Logo os seus medos ficaram ainda maiores, quando o desaparecimento das abelhas aumentou a cada ano, atingindo, no ano passado, um nível de 90% das colméias em alguns estados, como a Flórida.

Os cientistas chamaram o caso de Colapso Desordenado de Colméias (CDC), atribuído principalmente pela intoxicação oriunda da toxina de plantas Bt.

Inicialmente, o CDC foi notado na Flórida e logo confirmado em todos os estados agrícolas plantadores de culturas Bt, particularmente o algodão e a mostarda Bt.

Os agricultores produtores de mel relataram perda na produção do mel de nada menos que 50%, chegando a alguns estados a 90%. Esse índice não tem antecedência em toda a história da produção agrícola nos EUA.

Há uma grande preocupação entre os economistas e analistas agrícolas americanos que a catástrofe possa ser ainda maior e afetar significativamente a produção e o consumo alimentício em todos os EUA.

Somente neste ano a perda é calculada em torno de 1/3 de toda a produção alimentícia americana.

Levo essas informações àqueles que querem liberar o milho bt e defenderam a liberação do algodão bt no Brasil.

Adiciono, ainda, que o Brasil é o maior produtor de mel em toda a América Latina. Além disso, o mais importante é que nós somos o maior produtor mundial de culturas alimentícias, que dependem de polinização por insetos, como a laranja e outras plantas cítricas.

Estamos destruindo o nosso meio ambiente e ecossistemas, e andando cegos a uma catástrofe que não tem fim, ao ceder à pressão das multinacionais produtoras de transgênicos Bt.

*Nagib Nassar é professor titular de Genética da UnB (http://www.geneconserve.pro.br)

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: