Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Como incluir o ferro na alimentação das crianças

Deficiência do nutriente pode propiciar o aparecimento da anemia.

Deficiência do nutriente pode propiciar o aparecimento da anemia.

É importante que os pais ofereçam às crianças os alimentos ricos desse mineral A alimentação das crianças merece uma atenção especial, ainda mais no que diz respeito ao consumo do ferro, um micronutriente do grupo dos sais minerais; pois a deficiência deste nutriente pode propiciar o aparecimento da anemia (diminuição dos glóbulos vermelhos no sangue). Mais da metade das crianças brasileiras têm deficiência de ferro ou já apresentaram algum grau de anemia.

Entre os sintomas da anemia, destacam-se: aparência apática, a criança fica sem vontade de brincar, sem apetite e com mais dificuldade de aprender na escola. Até os 10 anos de idade, a criança precisa de 10 miligramas de ferro por dia, que podem ser obtidos por meio da ingestão de dois pedaços de carne e três colheres (sopa) de leguminosas (feijão, lentilha ou ervilha).

“O ferro apresenta-se nos alimentos sob duas formas: Heme e Não Heme. O ferro Heme está presente nas carnes e vísceras, tem uma biodisponibilidade bastante elevada; o ferro Não Heme é encontrado nos cereais e nas hortaliças, sendo absorvido em apenas 10% pelo organismo”, explica a nutricionista e tutora do Portal Educação, Ana Paula Leão Rossi.

Os vegetais folhosos verdes, as leguminosas e os ovos contêm ferro, mas este não é bem absorvido como o ferro obtido nas carnes. No entanto, é possível compensar esta dificuldade com a ingestão simultânea de um suco rico em vitamina C (laranja, limão, acerola ou tangerina). Estas frutas melhoram a absorção do ferro.

Além disso, o fígado de qualquer animal é outra opção. Um pedaço pequeno (50 gramas) contém metade das necessidades de ferro. Alimentos enriquecidos com ferro, como o leite e os cereais, podem ser indicados para as crianças que não conseguem consumir, em quantidade suficiente, os alimentos que são fontes naturais deste sal mineral.

“É importante orientar os pais para que sejam fornecidos para as crianças alimentos ricos desse mineral, uma vez que pode ser encontrado em alimentos como carne de vaca, frango e peixe, gema do ovo e em outros alimentos como: feijão, soja, lentilha, ervilha, espinafre, brócolis, hortaliças verdes escuras”, alerta a nutricionista.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Portal Educação

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: