Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Tabagismo mata quase 200 mil mulheres por ano nos EUA

Noventa por cento de todas as mortes por câncer em mulheres são atribuíveis ao tabagismo.

Noventa por cento de todas as mortes por câncer em mulheres são atribuíveis ao tabagismo.

Estima-se que 18,1% das mulheres adultas (18 anos de idade ou mais) dos Estados Unidos sejam fumantes.O tabagismo mata cerca de 178.000 mulheres nos Estados Unidos anualmente. As três principais causas  de morte em mulheres relacionadas ao tabagismo são: câncer pulmonar (45.000), doenças do coração (40.000) e a doença pulmonar obstrutiva crônica (42.000).

Noventa por cento de todas as mortes por câncer em mulheres são atribuíveis ao tabagismo. Desde 1950, as mortes por câncer do pulmão entre as mulheres dos Estados Unidos aumentaram mais de 600 por cento. Em 1987, o câncer de pulmão ultrapassou o câncer da mama como a principal causa de morte  relacionada ao câncer em mulheres.

Mulheres que fumam tem um risco aumentado para outros tipos de cânceres, incluindo câncer da cavidade oral, faringe, laringe (cordas vocais), esôfago, pâncreas, rins, bexiga e útero .Mulheres que fumam duplicam o seu  risco de desenvolver doença cardíaca coronariana e aumentam em mais de dez vezes a sua probabilidade de morrer de  doença pulmonar obstrutiva crônica (bronquite crônica e enfisema pulmonar).

O tabagismo aumenta o risco de infertilidade, parto prematuro, morte fetal, baixo peso ao nascer e síndrome de morte súbita do lactente. Mulheres menopausadas que fumam  tem uma densidade óssea menor do que as mulheres que nunca fumaram. Por isso, mulheres que fumam tem um risco aumentado de fraturas.  

Fonte: Portal do Coração/Centers for Disease Control and Prevention (2009).

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: