Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Alimentos mais saudáveis em restaurantes e escolas de Garopaba

Nutróloga e pediatra Clara Brandão

Nutróloga e pediatra Clara Brandão

Santa Catarina – A Prefeitura Municipal e a Associação Comercial e Industrial de Garopaba, no litoral sul, estão dando mais um passo importante para consolidar a cidade como um modelo internacional de sustentabilidade. De 3 a 6 de agosto de 2009, a nutróloga e pediatra Clara Brandão vai estar em Garopaba para ministrar uma série de oficinas destinadas a difundir a alimentação saudável nas escolas, nos restaurantes e na comunidade em geral.

A idéia é adaptar aos cardápios tradicionais ingredientes com maior valor nutritivo, priorizando os produtos da agricultura orgânica familiar da região. Assim, além de saborosos, os pratos serão econômicos e respeitarão as características da cultura local. 

Clara Brandão trabalha com o conceito de “fome oculta”: as pessoas comem mais para se saciar porque ingerem alimentos de baixa qualidade nutricional. Isso leva a problemas como hipertensão, obesidade, colesterol alto, infecções constantes, hiperatividade, entre outros. Em suas oficinas, ela ensina que uma alimentação saudável começa com o cultivo do alimento, passa por seu total aproveitamento, e resulta em saciedade e mais prazer. 
        
Breve currículo de Clara Brandão 

Filha de imigrantes japoneses residentes em Taboão da Serra, São Paulo, desde muito cedo Clara Brandão teve de aprender como aproveitar as riquezas da Natureza para dela tirar o sustento e a saúde. Depois de formada e casada, mudou-se para a cidade de Miracema do Tocantins. Lá montou, juntamente com o marido – também médico – e outros colegas de profissão, o Centro de Educação e Recuperação Nutricional, em 1972. 

Em 1975, em Santarém (Pará), motivada pela seca que produzia um grande número de desnutridos, criou a ONG Sociedade de Estudos e Aproveitamento da Amazônia (SEARA). Com o apoio do Programa Casulo da Legião Brasileira de Assistência, montou 13 creches que chegaram a atender 390 crianças. No cardápio, sempre valorizou uma preparação única, com muita variedade e enriquecida com um concentrado de minerais e vitaminas. Assim nasceu a Multimistura. Em quatro meses, as crianças se recuperavam usando cardápios de alto valor nutritivo, baixo custo, paladar regionalizado e de fácil preparo. A SEARA continua esse trabalho, mesmo após a extinção da LBA.

Em 1983, a Sociedade Brasileira de Pediatria concedeu a Clara Brandão o prêmio Álvaro Bahia de Melhor Trabalho contra a Mortalidade Infantil pelo uso da Multimistura. O programa de orientação alimentar contra a desnutrição desenvolvido por ela continua sendo usado no Brasil e em mais 15 países da América Latina, África e Ásia. Seu sucesso deve-se, em grande parte, aos parceiros, como Pastoral da Criança, Programa de Agentes Comunitários de Saúde, Programa de Saúde da Família, Cáritas, Emater, Indagro, Caravana da Vida, governos estaduais, municipais e inúmeras ONGs, além de líderes e agentes comunitários, educadores, assistentes sociais, merendeiras e cozinheiras de creches.

Conheça mais sobre a multimistura aqui.
  
AGENDA
 
Oficinas abertas ao público em geral:
 
Data: 3 de agosto de 2009
Local: Restaurante Zanoni (Rod. SC 434  km 2)
Horário: 13h às 17h
Público: setor alimentício, restaurantes, pousadas, lanchonetes, padarias.
Ingresso: 1 kg de alimento não perecível
 
Data: 4 de  agosto de 2009
Local: Hotel Bavária (Rua Nereu Ramos, Morro do Ferraz)
Horário: 8h às 12h
Público: merendeiras da rede escolar, associações comunitárias, clubes de mães, pastoral da saúde e da criança; comunidade em geral
Ingresso: 1 kg de alimento não perecível
 
 Inscrições até o dia 31 de julho pelos fones (48) 3354-0002 e (48) 8419-3300, ou pelo email projeto@gaia.org.br com Sandra.

Texto da jornalista Clarinha Glock.

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: