Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Justiça suspende feiras que deveriam reunir 15 mil pessoas no RS

feira_cooesperanca2009
Um evento que pretendia reunir cerca de 15 mil pessoas no interior gaúcho foi suspenso nesta quarta-feira (8) pela Justiça do Rio Grande do Sul. A juíza de Direito Eloisa Helena Hernandez de Hernandez, da 1ª Vara Cível de Santa Maria, determinou a suspensão da 16ª Feira Estadual do Cooperativismo e da 5ª Feira de Economia Solidária do Mercosul. Ela justificou que a medida é preventiva ao avanço da Gripe A.

O evento estava previsto para iniciar nesta sexta-feira (10), estendendo-se até domingo (12), no Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria. A ação cautelar foi ajuizada pelo Ministério Público Estadual.

De acordo com a liminar da juíza, cabe ao município impedir a realização do evento, enquanto a Mitra Diocesana de Santa Maria e Banco da Esperança (Projeto Esperança/cooesperança) deverão suspender as atividades, pelo menos até que passe a fase mais grave da proliferação da gripe.

Eloisa Helena Hernandez de Hernandez  chegou a fixar multa de R$ 50 mil a cada um dos requeridos, na hipótese da decisão ser descumprida. Os recursos ficariam à disposição do Estado do Rio Grande do Sul para ser utilizada no tratamento dos próximos infectados pela doença que forem atendidos na cidade.

Em seu despacho, a magistrada destacou que a aglomeração de milhares de pessoas provenientes de vários estados, incluindo-se a possibilidade da presença de pessoas dos países de maior incidência da doença, viajando em ônibus fechado, poderá contribuir para a proliferação do vírus. Segundo ela, o Rio Grande do Sul tem conseguido, até agora, conter o alastramento da gripe.

O site da Cooperativa Mista dos Pequenos Produtores Rurais e Urbanos (Cooesperanca) já está exibindo um tarja negra, anunciando o cancelamento das feiras.

Por Juarez Tosi, para Vida Sustentável.

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: