Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Alimentos orgânicos e Sistemas Participativos de Garantia

Feira ecológica no município de Torres.

Feira ecológica no município de Torres.

Os resultados do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em abril deste ano, podem ter levado muitos consumidores a uma situação no mínimo complicada: se o consumo de frutas, verduras e legumes é imprescindível a uma boa saúde, o que fazer com o excesso de agrotóxicos e venenos proibidos encontrados nas amostras dos alimentos? Por outro lado, quem garante que os produtos comercializados como orgânicos são realmente puros?

Na região de Torres, Litoral Norte do Rio Grande do Sul, graças à articulação de um núcleo regional da Rede Ecovida, os consumidores têm acesso a alimentos ecológicos credenciados por um Sistema de Certificação Participativa. Nesta entrevista, o coordenador do Centro Ecológico – Laércio Ramos Meirelles, explica o que é, como funciona e quais os benefícios que este tipo de certificação traz para quem consome, quem produz e quem patrocina tudo isso, que é o planeta Terra.
O que vem a ser certificação?
A certificação é o conjunto de procedimentos desenvolvidos para garantir que certo produto, processo ou serviço diferenciado pela adoção de normas ou padrões pré-estabelecidos, tenha esse diferencial reconhecido no mercado. Então a finalidade da certificação é que este reconhecimento se transforme em vantagens para quem está oferecendo mais qualidade.

Que tipo de vantagens?
No caso dos produtos ecológicos, tanto as famílias agricultoras quanto os consumidores acessam benefícios através da certificação. Para quem produz, a certificação agrega valor (“rótulo com algo mais”); viabiliza a entrada em novos mercados; diminui a concorrência para seu produto e ainda estimula a busca por melhoria contínua da qualidade. Isso sem dúvida traz vantagens também para os consumidores, que podem diferenciar mais facilmente, pela marca, produtos de igual aparência e qualidades diferentes. O consumidor tem mais segurança, pois aquele produtor credenciado assumiu um compromisso público de oferecer qualidade e pureza.

Qual ou quais as diferenças entre a certificação feita por empresas e instituições e os Sistemas de Certificação Participativa como o da Rede Ecovida?
Os Sistemas Participativos de Garantia partem da premissa de que os próprios envolvidos na produção e consumo de produtos ecológicos podem gerar a credibilidade necessária para diferenciar o produto. De forma participativa, como o próprio nome diz, e através de uma metodologia específica e já amplamente utilizada, produtores, técnicos e mesmo consumidores se reúnem para avaliar a qualidade do trabalho desenvolvido por produtores e comerciantes. No caso de empresas o processo é uma prestação de serviços. O produtor contrata uma empresa, chamada certificadora, e ela garante o trabalho desenvolvido por ele. Consideramos os Sistemas Participativos de Garantia mais adequados à realidade dos agricultores chamados familiares, de menor escala.

O senhor tem sido convidado a ministrar palestras sobre este tema em outros países. Qual é o principal interesse das organizações quando convidam alguém que trabalha na região de Torres?
Sim, é verdade… só neste ano fomos à Costa Rica, Suécia, Itália, participamos do Foro Social Mundial em Belém. Nossa região chama atenção por duas razões: Primeiro pela presença do que chamo de Rede Solidária de Produção e Circulação de Produtos Ecológicos. Esta Rede é formada por centenas de famílias agricultoras, associações de agricultores ecologistas, feiras de produtos ecológicos, cooperativas de consumidores, cooperativa de produtores ecológicos, e ainda por milhares de consumidores, que, ao comprarem produtos ecológicos estão se integrando à Rede, ainda que possam não ter conhecimento disto. Inúmeras regiões do planeta lutam por tecer uma Rede como esta, e por isto nos convidam para saber um pouco mais sobre nossa experiência. Em segundo lugar a forma de garantir a qualidade destes produtos, como os Sistemas Participativos de Garantia, que despertam muito interesse também.

Mas estas experiências não são pequenas, envolvem ainda um percentual limitado de pessoas?
Elas não chamam atenção pelo seu valor estatístico, mas pelo exemplo, pelos rumos que apontam. A questão ambiental hoje saiu do gueto de atentos ambientalistas. Ela é prioridade para o Governo Obama, para a União Européia, para qualquer governo ou empresa séria. A pobreza, mesmo a miséria, deixou de ser privilégio do sul do planeta e invade os países ricos. Recentes altas nos preços dos alimentos aumentaram a fome no planeta. A agricultura ecológica e os mercados locais, também chamadas de “cadeias curtas de produção e distribuição de alimentos” trazem parte da respostas a estes dilemas, hoje planetários. E aí, mesmo pequenos, viramos exemplo… as pessoas olham e falam “ai tem uma possibilidade de caminho a ser trilhado, vamos investigá-lo”.

Os alimentos da Feira Ecológica* têm essa certificação?
Pela lei 10.831, que é a Lei dos Orgânicos, na venda direta ao consumidor, onde os agricultores familiares que produziram o alimento estão organizados em grupos e associações e são os mesmos que comercializam, a certificação é facultativa. Os consumidores, por sua vez, têm o direito de visitar as propriedades destas famílias produtoras para se assegurar do trabalho ali realizado. Mesmo assim, a ACERT Mampituba ( Associação dos Colonos Ecologistas da Região de Torres – núcleo Mampituba) e a Apemsul ( Associação dos Produtores Ecologistas de Morrinhos do Sul), que têm bancas na feira ecológica, estão em processo de certificação pela Rede Ecovida. Já a Cooperativa de Consumidores EcoTorres tem produtos tanto do Núcleo Litoral Solidário quanto de outros núcleos da Rede Ecovida, com selo e tudo mais, além de outros itens credenciados por certificadoras.
*Feira Ecológica Lagoa do Violão, realizada em Torres aos sábados pela manhã, no estacionamento do ginásio da Lagoa do Violão. 

Fonte: Centro Ecológico.

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: