Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Europeus suspendem compras de soja transgênica dos EUA

Comunidade européia rejeita milho transgênico

Comunidade européia rejeita milho transgênico

Compradores da União Européia voluntariamente decidiram suspender as compras de soja dos Estados Unidos depois de ter sido identificado em carregamentos do produto traços de milho geneticamente modificado, informou um porta-voz da UE em Washington.

Fontes de tradings européias disseram que carregamentos de farelo de soja dos EUA para a Espanha e a Alemanha continham traços de milho transgênico proibido na Europa.

“O setor industrial de soja decidiu por conta própria paralisar todas as compras de soja dos EUA no momento”, disse Mattias Sundholm à Reuters.

Segundo ele, há uma determinação para localizar todo o montante dos carregamentos e devolvê-los, a não ser que já tenham sido consumidos.

O porta-voz não soube dar mais detalhes, como a quantidade total com problemas, mas informou que os volumes continham traços das variedades de milho transgênico MON-88017 e MIR-604.
Representantes do governo dos EUA e de associações do setor no país não responderam a pedidos de mais informações sobre o problema.

O caso levanta preocupações sobre o fornecimento de produtos como farelo de soja para a UE.

“O principal problema é que o bloco não permite nem mesmo porções marginais, traços de OGMs (Organismos Geneticamente Modificados) que não estão autorizados para uso. Isso nos coloca em uma situação de risco no comércio”, afirmou um representante da Associação Espanhola de Importadores de Cereais.

Fontes disseram que 50 mil toneladas de farelo de soja norte-americano contaminado foi descarregado e isolado em Tarragona, maior porto espanhol.

Outras fontes na área de trading disseram que havia suspeita de mais contaminação e que carregamentos em outros locais seriam testados, mas não houve confirmação dessa informação.

A Europa é um grande comprador de farelo de soja, matéria-prima para a produção de animais. A Espanha compra bastante da América do Sul, além dos EUA, mas Brasil e Argentina estão chegando à entressafra.

“A Argentina não terá mais soja a partir de outubro e o Brasil está em uma situação similar. Com a China comprando 2 milhões de toneladas (por mês), soja vai se tornar um produto de luxo”, afirmou um trader.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná.

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: