Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Conheça os possíveis benefícios do ômega-3 sobre a depressão

ômega-3 está presente em vários alimentos

ômega-3 está presente em vários alimentos

O DHA (ácido docosahexaenóico) e o EPA (ácido eicosapentaenóico) têm sido relacionados, em inúmeros estudos, com a função cognitiva, sistema cardiovascular e saúde ocular. O estudo de revisão conduzido pela Universidade de Sydney analisou a literatura relacionando depressão e manipulação dietética para aliviar sintomas. A conclusão desta revisão é que o ômega-3 é a maior esperança de suporte nutricional direcionado para melhorar os sintomas de depressão.

A depressão está entre as primeiras causas relacionadas com incapacidade no mundo e afeta 121 milhões de pessoas, de acordo com estudo da Organização Mundial da Saúde.

” A revisão de dados epidemiológicos aponta para o fato de existir uma ligação entre depressão e consumo de peixe, sendo esta não causal e sim que o óleo de peixe pode proteger em relação à mesma “, citou uma das autoras, Dianne Volker, do Departamento de Psicologia da Universidade de Sydney.

A revisão foi publicada no mês de novembro pelo Dieticians Association of Australia’s Nutrition and Nutrition Journal , tendo sido analisados artigos do mundo todo e contando com 103 fontes citadas.

Os peixes marinhos e de águas frias possuem uma alta concentração de DHA e EPA. No entanto, alternativas vegetarianas de DHA, derivado de algas marinhas, estão crescendo no mercado.

Grupos populacionais da Groelândia, com alto consumo de peixes, não apresentam taxas de depressão.

Outros ingredientes foram citados no estudo, com possível potencial para melhorar sintomas da depressão, como o caso do aminoácido triptofano, a vitamina B6, a vitamina B13, o folato e S-adenosil-L-metionina. Os autores do estudo, entretanto, comentam que existem mais evidências em relação ao ômega-3. Eles alegam que anormalidades nos lipídeos das membranas celulares podem ocorrer na depressão e o ômega-3, em particular o DHA, encontra-se muito diminuído em sujeitos depressivos.

Fonte: Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais.

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: