Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Parceria viabiliza pesquisa para mapear prevalência de fatores de risco res de risco para doenças coronarianas


O Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul, com o apoio do CEVS – Centro Estadual de Vigilância Sanitária – e da Secretaria Estadual da Saúde, está organizando uma pesquisa sobre os fatores de risco da doença arterial coronariana no Estado.

A pesquisa já foi feita de forma inédita em 2000, quando os estudos foram realizados em todo o Estado e não apenas em uma cidade, como comumente acontecia. Segundo um dos coordenadores da pesquisa e chefe do Serviço de Epidemiologia do IC, Dr. Iseu Gus, a pesquisa foi realizada com a Secretaria da Saúde em 2000, e a meta é repetir essa pesquisa em 2010, para saber como os resultados evoluíram e como estarão em dez anos.

“Após o estudo vamos poder comparar o que tínhamos em 2000 com o que vamos obter, e ver se as ações dos médicos, em particular dos cardiologistas e em postos de saúde, beneficiaram os pacientes de tal maneira que a prevalência desses fatores tenham caído no Rio Grande do Sul”.

A pesquisa será novamente realizada em 19 municípios gaúchos além de Porto Alegre, e a equipe pretende começar os estudos – que contarão com a colaboração da Escola de Enfermagem da Fundação Universitária de Cardiologia – ainda neste mês na Capital. As alunas já em término de curso irão de casa em casa para preencher os questionários dos estudos.

“É importante alertar a população de que alunas da Escola de Enfermagem da FUC visitarão as residências e se apresentarão como pesquisadoras, explicando para as famílias qual o funcionamento da pesquisa. Farão uma série de perguntas e combinarão o dia para retirar o sangue que será usado para dosagem de colesterol, triglicerídeo e glicose, completando assim a pesquisa. É fundamental salientar que elas estarão uniformizadas, com identificação da Escola de Enfermagem do IC”. Nas 19 cidades restantes os recenseadores serão os funcionários da própria Secretaria de Saúde.

A doença arterial coronariana é um distúrbio em que depósitos de gordura se acumulam nas células que revestem a parede de uma artéria coronária, obstruindo assim o fluxo sanguíneo. Os depósitos de gordura se formam gradualmente e se desenvolvem nos grandes ramos das duas artérias coronárias principais, que circundam e provêem sangue ao coração.

À medida que a obstrução de uma artéria coronária agrava, pode ocorrer uma isquemia (irrigação sanguínea inadequada) do miocárdio, com consequente lesão cardíaca. Para o Dr. Iseu, a pesquisa é importante para a medicina, já que ajuda a prevenir as doenças e aumenta a chance de que as pessoas, ao saberem dos fatores de risco – que incluem obesidade, fumo, sedentarismo, dislipidemias, hipertensão e diabetes – tenham um cuidado maior com a saúde.

Por: Instituto de Cardiologia de Porto Alegre/RS.

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: