Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Terça Ecológica coloca em pauta o Salto do Yucumã

Construção de uma hidrelétrica binacional pode tornar o Salto do Yucumã uma lembrança do passado (Foto: Prefeitura Derrubadas)

Símbolo da cultura e da história do Rio Grande do Sul, o Salto do Yucumã, localizado no Parque Estadual do Turvo, no município de Derrubadas, é o maior salto longitudinal do mundo, com 1,8 km de extensão. Este poderia ser um dos motivos para torná-lo uma grande atração turística e gerar incentivo a ações de preservação ambiental. Contudo, a realidade é outra: o salto corre o risco de desaparecer.

O Núcleo dos Ecojornalistas do Rio Grande do Sul (NEJ-RS), em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e o Diretório Acadêmico da Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, traz o professor Carlos Dominguez, coordenador de um projeto na região ameaçada, para tratar do tema. A Terça Ecológica ocorre dia 13 de setembro, às 19h30min, no auditório 2 (na ex-Escola Técnica, ao lado da Fabico), e a entrada é franca.

Mais sobre o Salto do Yucumã

Geograficamente, o Rio Uruguai divide uma grande área binacional de preservação de floresta subdecidual de aproximadamente 80 mil hectares, sendo 17 mil hectares no Brasil e o restante na Argentina, no parque provincial de Moconã. Exatamente no centro desta área encontra-se o Salto do Yucumã (Salto del Moconã em espanhol), a maior queda d’água longitudinal do mundo. “Além da inigualável beleza paisagística, o local é um dos últimos habitats de inúmeras espécies da fauna e flora, além de inquestionável biodiversidade”, lembra Dominguez.

Porém, em função das hidrelétricas, que alteram o regime de águas do Rio Uruguai no norte e nordeste do Estado, o salto é um gigante submerso na maior parte do ano. Além disso, a construção de uma hidrelétrica binacional pode tornar o Salto do Yucumã uma lembrança do passado.

Um projeto do curso de Jornalismo do Centro de Educação Superior Norte/UFSM, campus de Frederico Westphalen, esteve por três anos gravando um documentário sobre a visão do salto por parte dos moradores do entorno do Parque do Turvo e ribeirinhos do Rio Uruguai. O trabalho também está associado a uma pesquisa do comportamento da mídia do Brasil e Argentina por conta da construção do Complexo Hidrelétrico de Garabi. É com esta experiência que Dominguez apresenta o tema na Terça Ecológica.

Para obter mais informações sobre o projeto, acesse o blog: http://salveosaltodoyucuma.blogspot.com/
Terça Ecológica sobre o Salto do Yucumã
Data: 13 de setembro
Horário: 19h30min
Local: Auditório 2 (na ex-Escola Técnica, ao lado da Fabico) – Rua Ramiro Barcelos, 2705
Entrada franca.

Por Eloisa Beling Loose, especial para a EcoAgência .

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: