Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Consumo de alimento funcional previne doenças

Nos dias de hoje, a população brasileira, em sua maioria, não apresenta hábitos alimentares corretos. A falta de informação e a correria das grandes cidades aumentam, cada vez mais, o consumo de lanches e alimentos muito calóricos. Com isso, cresce o número de doenças crônicas como obesidade, diabetes e colesterol. Esse fator tem sido evidente e, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), essas as principais causas de morte no mundo.

De acordo a nutricionista Beatriz Ulate, uma alimentação saudável atende às necessidades do organismo, mas incluir alimentos funcionais no dia a dia proporciona mais benefícios. “Os alimentos funcionais além de fornecerem energia para o corpo e uma nutrição adequada produzem outros efeitos que proporcionam benefícios à saúde, auxiliando na redução e na prevenção de diversas doenças”, explica.

Beatriz ressalta que os alimentos funcionais geralmente estão em nosso cardápio, no entanto não sabemos dos benefícios que trazem. “A cenoura, por exemplo, é rica em betacaroteno, um grande aliado contra o câncer de mama.”

A descoberta dos benefícios fornecidos pelos alimentos funcionais fez com que surgisse um grande número de produtos industrializados no mercado, apresentando os tais componentes. O Ministério da Saúde, para liberar a venda desses alimentos no mercado, exige que o fabricante comprove as propriedades funcionais referidas no rótulo.

A nutricionista explica ainda que os alimentos industrializados também trazem benefícios, porém os naturais continuam sendo mais eficazes. “Geralmente quando fazemos uso de um alimento ‘in natura’ suas propriedades são mais bem preservadas do que em alimentos industrializados. Por isso, é melhor conhecer as propriedades naturais dos alimentos, do que procurar os industrializados”, destaca.

Beatriz aponta ainda para a dieta colorida, uma forma de reeducação alimentar muito saudável. “Essa dieta é aquela em que você faz o uso de todos os grupos alimentares, que estão divididos em cores determinadas por seus pigmentos. Como resultado disso as suas necessidades nutricionais serão atendidas mais facilmente. Lembrando sempre que um prato colorido melhora a aceitação do cardápio e o torna mais atrativo”, esclarece.

Segundo a nutricionista a feira livre é uma boa opção para encontrar a maioria dos alimentos funcionais com preços mais acessíveis. “Alguns bons exemplos são o brócolis, que ajuda na prevenção do câncer de bexiga; o tomate, que previne do câncer de próstata; o mamão, que ajuda a reduzir os níveis de colesterol”, enfatiza.

Reportagem de Buga de Souza, 6° semestre noturno da Universidade Norte do Paraná (Unopar).

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: