Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

CBA aguarda participação de quatro mil congressistas

Faltam apenas quatro dias para o VII Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA) que este ano abordará o tema “Ética na Ciência: agroecologia como paradigma para o desenvolvimento rural”. O evento acontece no Centro de Convenções do Ceará (Av. Washington Soares, 1141 – Edson Queiroz), entre os dias 12 e 16 de dezembro próximos.

São esperados 4.200 congressistas de diversas instituições governamentais, associações, agricultores familiares, organizações civis, movimentos sociais e grupos estudantis. O CBA será composto por palestras com os principais pesquisadores nacionais e internacionais da área, oficinas, minicursos, feira de produtos agroecológicos e visitas técnicas com vivências agroecológicas.

Um dos destaques nacionais é o médico e professor Vanderley Pignatti, do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Ele coordenou a pesquisa que acompanhou um grupo de mulheres na cidade de Lucas de Rio Verde (a 350 quilômetros de Cuiabá) e detectou traços dos agrotóxicos aplicados na agricultura já presentes no leite materno. Um dos destaques internacionais é o professor e pesquisador Stephen Gliessman, diretor-fundador do Programa de Agroecologia da Universidade da Califórnia, um dos primeiros programas de Agroecologia formais do mundo.

O VII CBA tem o objetivo de promover o intercâmbio entre cientistas, estudantes, agricultores familiares e suas representações, organizações não governamentais, instituições governamentais, movimentos sociais do campo e da cidade, fomentando a construção do conhecimento agroecológico por meio do diálogo dos saberes acadêmicos e de agricultores e agricultoras de forma integral.

Visitas técnicas – O último dia do VII CBA é dedicado à realização de visitas coletivas às experiências de agroecologia e organização produtiva desenvolvidas no Ceará. São iniciativas distribuídas em Fortaleza e no Interior, a exemplo do Sistema Agroflorestal e Permacultura do Sítio Vale da Biodiversidade – em Mulungu-CE (região do Maciço de Baturité) – e da Rede Tucum, que envolve turismo ecológico, agroecologia, arte, artesanato e inclusão digital, na Prainha do Canto Verde (Beberibe-CE).

As vagas para as visitas técnicas são limitadas e as inscrições ainda podem ser feitas no local do Congresso. Os grupos estão programados para sair de Fortaleza no dia 16 (sexta), a partir das 8 horas. Nos dias 13 e 14 estão previstas 19 oficinas no período da tarde (das 14 às 16 horas). Não é necessária pré-inscrição para participar.

O VII CBA é uma promoção da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), realizado em parceria com o Governo do Estado do Ceará, através da Secretária de Desenvolvimento Agrário (SDA), a Universidade Federal do Ceará (UFC), a Empresa de Assistência Técnica de Extensão Rural do Ceará (Ematerce) e o Instituto Agropolos do Ceará.

Também são parceiros a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Federação dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais no Estado do Ceará (Fetraece), a Fundação Konrad Adenauer, o Núcleo de Trabalho Permanente em Agroecologia da Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil (FEAB), o Fórum Cearense pela Vida no Semiárido, a Rede Cearense de ATER, a Associação da Rede Cearense de Agroecologia – ARCA e outras entidades.

Fonte: Congresso Brasileiro de Agroecologia.

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: