Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Cultivo transgênico da Monsanto afeta exportação de mel no México

Produção e venda de mel no México correm risco

A plantação de organismos geneticamente modificados (OGM’s) está colocando em risco a produção e venda de mel no México. O governo do país autorizou à empresa Monsanto a plantar 30 mil hectares de soja transgênica em Campeche, Yucatán e Quintana Roo.

A Europa compra 85% do mel produzido no México. No entanto, após solicitação de análises laboratoriais por parte da União Europeia a fim de comprovar a presença de transgênicos, cerca de 40 toneladas do produto foram recusadas mesmo antes dos testes terem revelado os resultados.

O México está em terceiro lugar nas exportações de mel em nível global. No Estado de Yucatán, 16 mil apicultores respondem por 40% da produção de mel em nível nacional. Com a contaminação do pólen pela soja transgênica da Monsanto, o país corre o risco de que mercados se fechem.

Para evitar efeitos mais graves sobre a produção e a economia local, empresários, apicultores, ambientalistas e pesquisadores estão demandando ao governo mexicano que a plantação de transgênicos seja proibida imediatamente em todo o México.

No mês passado, produtores do sudeste do país se reuniram em San Cristóbal de Las Casas para pressionar o governo. Durante reunião, os produtores expuseram que a Corte Europeia exige que o mel contaminado seja etiquetado indicando que o produto contém pólen com resíduos transgênicos. Contudo, ao verem a informação, os consumidores não compram o mel.

Fonte:  Pulsar/Adital.

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: