Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Projeto Fronteira propõe uso sustentável da agricultura familiar para desenvolver o setor de alimentos no AM

“A variação dos recursos genéticos vegetais aqui do município de São Gabriel da Cachoeira são enormes, e as comunidades não podem e nem devem depender de alimentos vindos da cidade, pois só aqui são encontradas 700 espécies disponíveis para alimentação”, destacou o engenheiro agrônomo e técnico Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) Ariel Dotto Blind, no último dia 19, durante o “III Workshop do Projeto Fronteira” no município de São Gabriel da Cachoeira (AM), 857 km de Manaus (AM).

Na palestra “Potencial dos recursos genéticos vegetais para o uso sustentável na agricultura Familiar no município de São Gabriel da Cachoeira – AM” Blind apresentou o potencial alimentício de algumas espécies muitos desconhecidos da população.

Demais palestras

Outros resultados de cinco anos de pesquisas do Projeto Fronteira foram apresentados para a população da cidade por pesquisadores e técnicos do Inpa na sede da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) no município de São Gabriel da Cachoeira (AM).

Uma das apresentações foi sobre “As águas transfronteiras do Alto Rio Negro”, apresentada pela pesquisadora do Inpa Domitilla Pascoaloto, que também explicou para o público sobre “Águas superficiais e subterrâneas em São Gabriel da Cachoeira”. “Ainda é preciso organizarmos outros subprojetos dentro do Projeto Fronteira, porque quando foi realizado as pesquisas percebemos que ainda temos muito o que estudar e entender a região do Alto Rio Negro que é tão singular”, comentou Pascoaloto.

Outras apresentações do dia foram sobre a “Meliponicultura no Alto Rio Negro” ministrada pela pesquisadora Gislene de Almeida; “Potencial Bioeconômico de Fabaceae do Alto Rio Negro” ministrada pelo pesquisador Luiz Augusto Gomes.

Leguminosas com alto potencial

De acordo com o pesquisador, Luiz Gomes que palestrou sobre “Potencial bioeconômico de Fabaceae do Alto Rio Negro”, as fabaceaes, que são conhecidas também como leguminosas, possuem vários potenciais de uso, um deles seria a recuperação de solos. “As leguminosas são de extrema importância para os sistemas agroflorestais, pois possui o potencial, a longo prazo, de recuperar áreas que foram destruídas pela ação antrópica, fora outros aspectos que são utilizadas, como objetos de decoração de grande valor”, explicou o pesquisador.

Por Fernanda Farias, São Gabriel da Cachoeira (AM) – INPA.

Comente!!

Compre aqui

Indicamos

Receba nossas informações:


Nome:



Email: