Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Semana dos Alimentos Orgânicos está acontecendo em todo País

O Brasil está realizando durante toda essa semana a Semana Nacional dos Alimentos Orgânicos. O evento acontece até o dia 31 e tem o objetivo de oferecer informações aos consumidores quanto aos produtos orgânicos, onde encontrá-los e como são produzidos.

A ação é uma iniciativa da Coordenação de Agroecologia, do Departamento de Sistemas de Produção e Sustentabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo (Coagre/Depros/SDC) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O evento é organizado todos os anos para oferecer informações aos consumidores quanto aos produtos orgânicos, onde encontrá-los e como são produzidos. A proposta é divulgar para a população os benefícios ambientais, sociais e nutricionais desses alimentos.

Em Brasília (DF) a abertura ocorreu no domingo no Parque da Cidade. As atividades visam destacar os benefícios dos produtos e conscientizar consumidores, que muitas vezes acham altos os valores cobrados no mercado.

A população pôde conferir uma variedade de produtos, entre eles, molho de tomate, calda de maracujá e tomate seco, todos orgânicos, além de vegetais, legumes e frutas também produzidos de forma sustentável.

Brasil tem 10 mil produtores orgânicos

Os produtores rurais de todo o País estão cada vez mais interessados pelo plantio de alimentos sem agrotóxicos. A produtora rural Silvia Pinheiro dos Santos adotou o sistema de agroflorestas em sua propriedade de 21 hectares no Núcleo Rural Alexandre Gusmão, na região de Brazlândia, no Distrito Federal.

As verduras, frutas e madeiras de lei estão plantadas juntas, em consórcio, e, segundo Silvia, a biodiversidade é tão grande que evita muitas pragas e dá mais saúde para os vegetais. No terreno crescem, entre outras plantas, a hortelã, que afasta os insetos, e o feijão-guandú, capaz de fixar o nitrogênio no solo.

Para a agricultora, o sistema agroflorestal é uma evolução do orgânico.“No orgânico há ainda quem plante como na cultura tradicional, uma só espécie, e o produto fica mais caro porque não se pode aplicar nada, então precisa de muita gente para fazer a limpeza. No agroflorestal, você só induz a natureza, então vai poder ter um preço mais competitivo”, disse, acrescentando que utiliza a própria poda das árvores e o húmus produzido no sítio como adubos para as plantas.

Produção orgânica

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ao agricultor não é permitido o uso de fertilizantes sintéticos, agrotóxicos e transgênicos na lavoura, durante a produção de alimentos orgânicos. O processo de produção também deve respeitar as relações sociais e culturais, além de seguir os princípios agroecológicos, com o uso sustentável dos recursos naturais.

O engenheiro agrônomo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Governo do Distrito Federal (Emater-DF), Rafael Lima de Medeiros, conta que o mercado de orgânicos está crescendo e a Emater já trabalha o programa de agroecologia como prioritário.

Medeiros conta que a Emater trabalha para atingir o agricultor convencional, para que ele passe a utilizar práticas mais sustentáveis, diminuindo o uso de agrotóxicos. “Eles começam a se adequar e, no futuro, isso pode servir de incentivo para que passem definitivamente para a produção orgânica”.

Veja aqui a programação completa:

http://www.agricultura.gov.br/desenvolvimento-sustentavel/organicos/semana-dos-alimentos-organicos

Fonte: Portal Brasil com informações da Agência Brasil e Ministério da Agricultura.

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: