Vida Sustentável

Vida Sustentável

Vida Sustentável RSS Feed
 
 
 
 

Associação indígena é a 1ª do mundo a certificar produção orgânica

Na última quinta-feira (3), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) autorizou a Associação Terra Indígena Xingu (Atix) a funcionar como certificadora da produção orgânica, inaugurando o primeiro Sistema Participativo de Garantia (SPG) exclusivamente indígena do mundo. Coordenada pela Secretaria do Produtor Rural e Cooperativismo em conjunto com a Fundação Nacional do Índio (Funai), a solenidade ocorreu na horta orgânica do Mapa e contou com a participação de representantes da Atix, entidade que reúne 16 etnias do Parque Indígena do Xingu.

Segundo informações do Mapa, a certificação da produção orgânica valoriza o produto indígena, que alcança um mercado diferenciado. O novo mecanismo de avaliação participativa leva em conta as características tradicionais desses povos, promove autonomia e proporciona maior interação entre os produtores.

Segundo o coordenador de Agroecologia do Mapa, Rogério Dias, o setor de orgânicos passa por um forte crescimento, com aumento dos produtos nos mercados de todo o Brasil. “Esperamos que o credenciamento sirva de estímulo para que outros grupos indígenas a certificarem seus produtos”. A Coordenação de Agroecologia do ministério é responsável pela aplicação dos mecanismos de controle para a garantia da qualidade orgânica.
A associação conta com indígenas capacitados para atividade apícola desde 1998, produzindo mel de abelhas africanas de qualidade, que são criadas em regiões de vegetação nativa. De acordo com Dias, a Atix percebeu que a forma como trabalham vai ao encontro dos regulamentos da agricultura orgânica.

Fonte: MS Notícias.

Comente!!

Indicamos

Receba nossas informações:

Nome:



Email: